Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 77

PORTO. (PONTO) – A NOVA MARCA DE CIDADE Porto (Figura 21) que partilha o tom azul e o traço grosso e de espessura contínua que vemos nestes ícones. A diferença é que no caso do Metro esta técnica funciona perfeitamente e nos ícones nem por isso (logotipo.pt). Figura 21: Ícone do Metro do Porto (Google/imagens.pt) 5.4. A cor A cor escolhida para a nova imagem foi o azul, que muitos poderão associar à outra marca da cidade: o Futebol Clube do Porto (Figura 22). O designer Pedro Albuquerque explica que “o azul tem muito a ver com o Porto” e a envolvência do branco confere “luminosidade” ao todo. Como frisa, “curiosamente usei o mesmo azul” na altura da criação da imagem da Porto 2001 (Figura 23), “o Porto é uma Figura 22: Evolução dos símbolos do FCP Figura 23: Logo da CEC – Porto 2001 (Google/imagens.pt) (Google/imagens.pt) cidade intimista, aponta para uma cor mais escura, tem o Douro - o rio aponta para o azul - o Futebol Clube do Porto, que é um dos ícones da identidade da cidade” (Jornal Económico, 1-10-2014). Eduardo Aires reconhece que “a cor foi um aspeto fundamental da proposta” e que reflete a cidade. “As igrejas e os edifícios revestidos de azulejos ocupam um lugar dominante no imaginário dos portuenses e dos visitantes. Os painéis de azulejos são contadores de histórias”. Na realidade e embora de forma retangular, o logótipo assemelha-se a um azulejo (Jornal Económico, 1-10-2014). As imagens return to the content page 77