Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 17

TORRE DE BABEL - UMA NOVA METODOLOGIA PARA AFERIR O VALOR DAS MARCAS DE DESTINO A NÍVEL MUNDIAL Figura 1: A marca no contexto da competitividade Fonte: elaboração própria O encadeamento lógico que propomos (imagem/marca -> atrativida de -> com petitividade), além de evidente, tem sido usado para legitimar os esforços de Marketing das OGD (Organizações de Gestão de Destinos). No entanto, os conceitos de imagem de destino e de marca de destino nem sequer integram o sistema de indicadores recentemente proposto pela OCDE para avaliação da competitividade dos destinos turísticos. E do nosso ponto de vista, a flagrante contradição entre os frequentes discursos sobre a importân- cia das marcas de destinos turísticos, por um lado, e a ausência do constructo “destination branding” no modelo da OCDE para a monitorização da compet- itividade de destinos, por outro, constitui uma expressão concreta das fragili- dades e lacunas identificadas por Pike (2009) na área de investigação de branding de destinos. return to the content page 17