Cinema, Destination Image and Place Branding Cinema, Destination Image & Place Branding - Page 110

CINEMA, DESTINATION IMAGE & PLACE BRANDING A dimensão “atmosfera do lugar” usada por Beerli e Martín (2004) foi alterada pela investigação de Cardoso (2010) e utilizada para avaliar a componente afetiva da imagem de Portugal como destino turístico. Os adjetivos usados para avaliar a componente afetiva resultam da investigação de Baloglu e Mangaloglu (2001) e são: Unpleasant-pleasant; Sleepy- arousing; Distressing-relaxing; Gloomy-exciting, que derivam do modelo do afeto comprovado por Baloglu e Bringberg (1997) para avaliar a imagem afetiva de um destino turístico. De acrescentar, que os fatores de estímulo são os que resultam de impulsos externos e de objetos físicos e da experiência anterior. Os fatores pessoais têm características sociais e psicológicas. Baloglu e McCleary (1999) reforçam ainda, a existência de três determinantes principais na ausência da visita real ou da experiência anterior: motivações dos turistas, características sócio - demográficas e as fontes de informação (variáveis de estímulo). Neste pressuposto constroem o Path Model of the determinants of TDI before actual visitation onde comprovaram que os fatores pessoais como a idade e a educação tanto influenciavam as avaliações cognitivas como as afetivas. As características sócio - demográficas também afetam as duas componentes da imagem – cognitiva e afetiva. Porém, neste modelo, as motivações sócio – psicológicas só interferem com a imagem afetiva. Relativamente às variáveis de estímulo, comprova que afeta as avaliações cognitivas da TDI. Figura 1.3. Esquematização da influência das fontes induzidas promocionais nas componentes da TDI Fontes induzidas promocionais Características únicas 110 Componente cognitiva Imagem Global da TDI Componente afetiva return to the content page